SL Benfica Sporting CP

Sousa Cintra e o caso e-Toupeira: “Não autorizei o meu nome como testemunha do Benfica”

Sousa Cintra emitiu esta quinta-feira uma nota de imprensa.

Sousa Cintra, que desempenhou a função de presidente da SAD do Sporting até às eleições de conduziram Frederico Varandas à liderança do clube, emitiu esta quinta-feira uma nota de imprensa, depois ter sido arrolado como testemunha do Benfica no caso e-Toupeira.

“Venho por este meio informar que, embora seja amigo do presidente Luís Filipe Vieira, não autorizei o meu nome como testemunha do Benfica”, surge escrito. “O meu clube é o Sporting Clube de Portugal e não tenho nada a ver com o nosso clube rival”, vinca ainda Sousa Cintra.

No requerimento de abertura de instrução, a SAD do Benfica solicitou a inquirição de 17 testemunhas, destacando-se Fernando Gomes (presidente da FPF), Pedro Proença (presidente da Liga), António Salvador (presidente do Braga), Júlio Mendes (presidente do V. Guimarães) e Sousa Cintra (ex-presidente da SAD do Sporting), além de vários atuais e ex-funcionários.

EM ATUALIZAÇÃO

Adiciona um comentário