SL Benfica

Soares de Oliveira: «Benfica será um dos dez melhores clubes europeus daqui a 15 anos»

“Na altura em que entrei era uma questão de lutar pela sobrevivência”, recorda o ‘vice’ dos encarnados

Domingos Soares de Oliveira não fez planos a longo prazo quando chegou ao Benfica – “na altura em que entrei era uma questão de lutar pela sobrevivência: o que pensávamos era muito a curto prazo”, recorda” -, mas hoje em dia não hesita em apontar onde estarão os encarnados dentro de 15 anos.

“Hoje consigo ter uma ambição mais sustentável. Não estaremos cá todos daqui a 15 anos, mas a qualidade das pessoas que temos, das infraestruturas, do pensamento estratégico, dos nossos técnicos faz-me pensar que o Benfica será, não sei se o melhor, mas será garantidamente um dos dez melhores clubes europeus”, afirmou o vice-presidente dos encarnados à BTV, numa altura em que se assinalam os 15 anos de presidência de Luís Filipe Vieira.

Do “benfiquismo” aos argumentos para segurar jogadores

Com a aposta ganha na formação, Soares de Oliveira assumiu que um dos maiores desafios que os encarnados enfrentam é ‘segurar’ os jogadores.

“Ficarem só pelo benfiquismo, por amor à camisola… é possível que aconteça, mas estes miúdos têm tantos incentivos de fora que é difícil manterem-se só por benfiquismo”, disse, sublinhando que o tempo das vendas de jogadores para “equilibrar as contas” já passou.

“Hoje, as nossas contas equilibram-se sem essa venda dos jogadores, que tem servido pontualmente para acrescentar mais um pouco de valor aos nossos resultados e reconstruir os capitais próprios, o que temos feito. O facto de cada vez necessitarmos menos de vender os jogadores significa que temos mais capacidade de os reter e que tenhamos a capacidade de lhes pagar, talvez não tudo aquilo que eles poderão receber lá fora, mas que a diferença não seja assim tão grande”, explicou à BTV.

E prosseguiu: “Eu olho para as meias-finais, para a final da Champions, e são sempre clubes extremamente ricos, com muito mais poder económico que o Benfica. Esta é a parte da equação que nos leva sempre a ser um bocadinho cautelosos relativamente à ambição do presidente [vencer a Liga dos Campeões]”. Agora, vamos ver a equação contrária. A qualidade dos jogadores que já passaram pelo Benfica e que hoje continuam a ter sucesso em grandes clubes e que podem chegar ou já chegaram a finais da Champions ou a finais da Liga Europa: eles passaram por esta casa. Podia citar aqui dez, 15 nomes que estão ao mais alto nível. Portanto, se no futuro tivermos a capacidade de reter esse talento, com jogadores formados dentro do Benfica e mais um ou outro que não seja, acho que podemos ter condições para ambicionar esse sonho”.

Trabalhar em conjunto com Sporting e FC Porto

Domingos Soares Oliveira recordou ainda que, em tempos, o trabalho em conjunto com Sporting e FC Porto, rendeu bons frutos ao futebol português.

“Há 7, 8 ou 10 anos foi possível os três clubes trabalharem em conjunto, sem publicidade, e havia confiança. Hoje a situação está mais tensa, mas acredito que com o evoluir do tempo vamos recuperar a confiança entre todos os protagonistas de uma indústria que, se não se defender, tem mais a perder. Acredito que haverá sentido de estado a nível de todos os clubes”.

Adiciona um comentário