FC Porto Noticias SL Benfica

Rui Vitória comenta as declarações de Sérgio Conceição

Treinador do Benfica comentou as palavras de Sérgio Conceição, que o equiparou a um boneco, garantindo: “Falo quando quero e como quero”

Palavras de Sérgio Conceição: “Este episódio não começou aqui, isso que fique claro, mas da minha parte termina aqui hoje. Tenho visto nos últimos dias pedidos para que haja respeito entre os treinadores… Mas eu faltei ao respeito a alguém? Não aceito. Digo isto para quem escreve, para quem mete tudo no mesmo patamar de forma leviana. Não faltei ao respeito a ninguém e não aceito que o digam de forma leviana sobre a minha pessoa. Se há coisa que não tenho feito é ultrapassar os limites e, como tal, não aceito que ponham tudo no mesmo saco. O que tenho a dizer é que o treinador do FC Porto disse o que disse e que assuma as suas responsabilidades. Se há algo que prezo é ser um treinador de um grande, mas sou uma pessoa perfeitamente normal, que fez um percurso subindo a pulso, agarrando oportunidades e deixando amigos em todos os clubes. Cheguei aqui desta maneira e é assim que vou continuar a ser. Não altero os meus limites nem a minha postura. Falo quando quero e como quero. Sei o clube que represento, sei a importância deste cargo e sei as minhas responsabilidades. Não aceito que digam de forma leviana que “haja respeito entre treinadores”. Da minha parte houve sempre. Uma coisa é divergências de opinião, outra é achar que se ganha de qualquer forma e que vale tudo. Da minha parte não vale. Aqui no Benfica já ganhei, já perdi, já subi e desci o tom, mas ninguém pode dizer que ultrapassei limites. Só acrescento isto: há duas semanas avisei que isto não é só para o treinador ou para o presidente, o alvo é o Benfica. Aqui houve um caso concreto de um treinador adversário para comigo, mas o alvo é o Benfica. Os benfiquistas já entenderam isto”.

Segue-nos no Facebook