FC Porto

Líder dos Super Dragões condenado a 1 ano e quatro meses de prisão

Fernando Madureira, líder da claque Super Dragões, foi, esta sexta-feira, condenado a um ano e quatro meses de prisão, pena que foi substituída por 480 horas de trabalho comunitário, pelo Tribunal de Oliveira do Bairro.

A 9 de maio de 2015, adeptos do FC Porto e do Benfica envolveram-se em confrontos na estação de serviço de Oliveira do Bairro, na A1, e o tribunal deu como provado que Fernando Madureira, após ver o conflito, mandou o condutor do autocarro parar o veículo onde seguia. O condutor acatou a ordem e imobilizou a viatura entre a faixa de rodagem da direita e a faixa de desaceleração.

De imediato, Fernando Madureira saiu do autocarro e atravessou as faixas de rodagem, ficando junto ao separador central a trocar insultos com os adeptos das águias. A juíza Rita Queiroz, responsável pelo caso, referiu que «o arguido não quis intencionalmente colocar ninguém em perigo, mas colocou a possibilidade de estas condutas poderem resultar em desastre».

Adiciona um comentário