SL Benfica

Castillo e Ferreyra custam 40 milhões

Os contratos de Castillo e Ferreyra, jogadores contratados esta época, foram divulgados pelo blogue ‘Mercado de Benfica’ e neles surgem os valores dos salários e prémios dos avançados. No total, segundo o que consta nos referidos documentos, os encargos com a dupla atingem os 32,1 milhões de euros. E se, a este valor, juntarmos os 7,8 milhões despendidos na contratação de Castillo – valor da transferência mais os encargos com a intermediação –, é possível perceber que a dupla custou 40 milhões de euros, o equivalente à quantia que a SAD irá amealhar se o Benfica entrar na fase de grupos da Liga dos Campeões.

De acordo com os contratos divulgados, Ferreyra, que chegou à Luz em final de contrato com o Shakhtar Donetsk, obrigou os encarnados a um esforço financeiro que poderá chegar aos 19,6 milhões de euros. Além dos 1,9 milhões brutos que receberá de salário por época, o argentino terá encaixado um prémio de assinatura de 2 milhões de euros, mais outros 2 milhões anuais de prémio de fidelidade. Quanto aos serviços de intermediação, o valor cifrou-se também nos 2 milhões de euros – de acordo com um prospeto anteriormente divulgado pela SAD. Quanto a Castillo, receberá nesta época 2,3 milhões de euros, sofrendo um aumento de 100 mil euros a cada ano – ao 5º. está nos 2,7 milhões. Aos 12,5 milhões em salários juntam-se então os 7,8 que o clube da Luz desembolsou pela contratação e serviços de intermediação – também divulgados no mesmo prospeto da SAD.

Participação criminal

O Benfica reagiu em comunicado e informou que irá efetuar uma participação criminal. Segundo o clube, os contratos foram registados na plataforma FIFA TMS, Liga, FPF e Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, referindo ainda terem sido “feitas marcas personalizadas encapotadas que permitirão identificar a origem do documento em causa”.

Fonte: Record

Adiciona um comentário